Disciplinas disponíveis

Numa sociedade cada vez mais informada, é urgente que seja feito em Portugal, um esforço de sensibilização para a, ainda, presença de amianto em escolas, edifícios públicos e privados.

A União Europeia proíbe a sua utilização desde 1 de Janeiro de 2005, em todo o território.

Este trabalho visa fazer uma explanação da forma como o assunto amianto está a ser tratado na União Europeia e em Portugal, para isso é necessário fazer a caracterização do mesmo, quais as suas utilizações, efeitos sobre a saúde das pessoas directa e indirectamente afectadas por este agente e como substituí-lo. Por fim, propor medidas de prevenção para que possa estar ligado a trabalhos que sejam suscetíveis de envolver amianto.


Numa sociedade cada vez mais informada, é urgente que seja feito em Portugal, um esforço de sensibilização para a, ainda, presença de amianto em escolas, edifícios públicos e privados.

A União Europeia proíbe a sua utilização desde 1 de Janeiro de 2005, em todo o território.

Este trabalho visa fazer uma explanação da forma como o assunto amianto está a ser tratado na União Europeia e em Portugal, para isso é necessário fazer a caracterização do mesmo, quais as suas utilizações, efeitos sobre a saúde das pessoas directa e indirectamente afectadas por este agente e como substituí-lo. Por fim, propor medidas de prevenção para que possa estar ligado a trabalhos que sejam suscetíveis de envolver amianto.


O curso de formação "Cultura de Plantas Aromáticas, Medicinais e Condimentares" (UFCD 6327 do CNQ) visa dar resposta às necessidades formativas em matéria Cultura de Plantas Aromáticas, Medicinais e Condimentares e destina-se a ativos/desempregados que necessitem de aumentar as suas qualificações escolares e/ou profissionais, com vista à obtenção de uma nova qualificação profissional.


Regime: E-Learning (através de sessões de formação à distância)

Duração: 25 horas